Como usar o Google Trends - Vero Contents

Como usar o Google Trends

Muitas pessoas não costumam usar ou sequer ouviram falar sobre o Google Trends. Vamos então, nos aprofundar no assunto nesse post, já que a ferramenta é muito útil para as estratégias de marketing digital.

Dentre todas as mídias, a internet é aquela que propicia maior assertividade quando queremos falar com nossa audiência. Esse fato fica ainda mais evidente quando trabalhamos com inbound marketing. Isso porque a web nos permite identificar aquilo que nossa persona está buscando, de forma que possamos ajustar nosso foco e ser muito mais assertivos em relação à nossa audiência.

Vamos entender como funciona o Google Trends, por que usá-lo e como utilizá-lo.

O que é e como funciona o Google Trends

O Google Trends é uma ferramenta de pesquisa de tendências (trends) gratuita do Google. Ela nos permite acompanhar os assuntos e matérias mais buscados pelos usuários em sua rede.

Em sua página inicial, podemos acompanhar quais as pesquisas mais realizadas das últimas horas. Além disso, qual o interesse da audiência ao longo dos últimos dias, montando um ranking de assuntos. Filtrado por país, mostra também os interesses por sub-região, destacando as principais consultas e tópicos relacionados ao assunto em destaque.

A pesquisa pode ser refinada seguindo diversos filtros, como país e categoria (são diversas, como Ciência/Tecnologia, Entretenimento, Esportes, entre outras). Você pode também filtrar por período de tempo, separando ainda os mais pesquisados e aqueles em destaque. No detalhe de cada pesquisa, ele traz os artigos mais relevantes daquele determinado assunto.

Esses resultados são oriundos da própria pesquisa do Google, que faz uma varredura e uma categorização, durante um certo período de tempo. Ali, estão disponíveis os dados desde 2004 até a presente data.

Por que usar o Google Trends

O primeiro passo de qualquer campanha que envolva geração de conteúdo é entender aquilo que seu público está buscando. É aí que entra o Google Trends. Com diversos filtros, ele permite que você monte seu planejamento de acordo com as tendências das pesquisas realizadas.

Embora seja uma ferramenta bastante simples, permite diversos insights para o seu planejamento de marketing digital, notadamente o de conteúdo:

  • Você pode analisar quais são as tendências de pesquisa e pode separá-las por região, avaliando regionalidades, por exemplo;
  • Você pode filtrar o seu nicho de mercado e entender aquilo que as pessoas estão procurando mais, direcionando melhor suas estratégias;
  • As tendências de pesquisa podem lhe ajudar a focar mais seus conteúdos, trazendo ideias e organizando melhor seus próximos tópicos;
  • A comparação de termos permite que você entenda quais são os temas ou palavras-chave que você pode utilizar e quais os interesses em relação ao tópico.

Como usar o Google Trends

Você pode usar a ferramenta sem precisar estar logado a uma conta do Google. É claro que, se estiver logado, o Google sempre guardará suas principais configurações, o que é sempre muito bom (tanto para o Google, que guarda seu histórico, quanto para você, que terá o máximo de personalização).

Entrando no Google Trends (https://trends.google.com.br/trends/) você encontrará a tela principal, que traz o ranking das matérias em alta.

Como usar o Google Trends1 - Vero Contents

Essa tela principal traz como default o país onde você se encontra ou aquele que está configurado em sua conta, caso você realize o login. No canto esquerdo, superior, você tem o Menu de navegação, que lhe trará as opções “Explorar”, “Principais pesquisas”, “Mais pesquisados” e “Inscrições”.

Como usar o Google Trends2 - Vero Contents

Digitando em “Explorar”, você pode escolher o termo de pesquisa desejado, em sua localidade, período, categoria e tipo de pesquisa (Pesquisa de imagem, Pesquisa de notícias, Google Shopping e Pesquisa do YouTube).

Como usar o Google Trends3 - Vero Contents

Na parte inferior, você poderá avaliar o interesse por sub-região, quais os tópicos relacionados e aí, uma das partes mais poderosas da ferramenta, as consultas relacionadas ao termo pesquisado, que ainda podem ser classificadas em “Principais” e “Em ascensão”.

Outro recurso muito bacana é realizar a comparação dos termos. Você pode avaliar o interesse de cada um ao longo do tempo e verificar quais deles estão mais em alta. Mas lembre-se sempre de avaliar o funil de vendas e se os termos são long-tail ou head-tail.

Como usar o Google Trends4 - Vero Contents

Outros itens do Menu

O item “Principais pesquisas” traz aqueles conteúdos que estão sendo mais pesquisados nas últimas horas, assim como aqueles que foram pesquisados nos últimos dias.

O item “Mais pesquisados” traz as pesquisas dos meses anteriores e anos anteriores, separadas em categorias. O país que traz mais detalhes é os Estados Unidos, que mostra a pesquisa mês a mês. No caso de outros países, é possível acompanhar as pesquisas que se destacaram nos anos anteriores.

Um ponto importante para quem trabalha com vídeos é poder pesquisar quais são os termos mais buscados dentro do YouTube na aba “Em alta no YouTube”. Note que você será redirecionado para o próprio YouTube, que possui a mesma ferramenta para verificação dos vídeos mais populares.

Quais dados consigo extrair do Google Trends?

Além de comparar as palavras-chave e entender quais são os tópicos mais procurados, você consegue não só extrair os dados de cada item, mas também cruzar uns com os outros.

É importante entender que a escala vai de 0 a 100 e ela não marca os dados absolutos das pesquisas. Trata-se de uma escala de referência, onde 100 é o resultado mais encontrado em cada filtro.

O uso do Google Trends permite que entendamos um pouco mais sobre nossa audiência. Trabalhar com a ferramenta ajuda as estratégias de SEM (Search Engine Marketing) e nos guia para um aperfeiçoamento dos conteúdos a serem gerados. Com o objetivo, sempre, de avaliar e evoluir dentro do marketing digital.

Gostou desse post? Que tal ficar por dentro de como mensurar seus resultados no marketing digital, com o e-book gratuito Web Analytics na Prática?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *